Após mais de 24 horas de operação, Polícia Militar prende suspeito de estupro em Barra Longa

0
5809

No dia 12/07/2020, por volta de 21h30min, a Sala de Operações da Unidade recebeu ligações dando conta de um suposto Assalto seguido de Estupro, ocorrido na zona rural do município de Barra Longa/MG, Povoado de Gesteira. De posse das informações, imediatamente equipes do destacamento de Barra Longa deslocaram ao local e socorreram a vítima dando todo suporte material e psicológico possível. Após esse primeiro contato, os militares tentaram levantar com possíveis testemunhas e com as próprias vítimas características e informações que levassem a identificação dos autores.

Segundo uma das vítimas, quando estava no quintal de sua residência foi rendido por dois autores, os quais estavam encapuzados, com roupas pretas e portavam armas de fogo. Os autores teriam, num primeiro momento, rendido duas vítimas, pai e filho, os quais foram amarrados, amordaçados e tiveram seus olhos vendados. Além disso, os autores agrediram essas duas vítimas e as ameaçavam solicitando dinheiro.


Após o fato, os autores ingressaram na residência e deparam com a terceira vítima, do sexo feminino, que estava tomando banho. Após ameaçar essa terceira vítima com a arma de fogo, os autores ainda abusaram sexualmente dela. Em seguida os autores subtraíram alguns objetos da residência e evadiram, deixando as vítimas amarradas.

Diante da brutalidade da ação, foram acionadas várias equipes de Ponte Nova e de outras cidades vizinhas e a PM iniciou uma intensa operação que perdurou durante toda a segunda-feira.

Após vários contatos com outros policiais e horas de diligências, análise de dados e do modus operandi dos autores, policiais suspeitaram de que um dos autores pudesse ser um indivíduo de 35 anos, residente do povoado das Pedras, localizado no município de Mariana/MG.

Dessa forma, equipes deslocaram até a residência desse suspeito e abordaram a residência, sendo atendidos por um indivíduo de 32 anos, o qual relatou que trabalhava para o suspeito e que ele não estaria no local. Após realizarem buscas no local e numa edificação anexa a residência do suspeito, os militares localizaram roupas pretas sujas (com as mesmas características das utilizadas no crime), luvas, e alguns materiais de origem duvidosa.

Ao apresentar as vítimas os materiais localizados, elas foram unânimes e afirmaram com convicção que se tratava das roupas utilizadas pelos autores durante a ação criminosa. Além disso, quando os policiais apresentaram imagens do homem abordado na residência as vítimas confirmaram ser ele um dos autores.

Outro fato que confirmou o enveolvimento dos suspeitos foi a localização de biscoitos de fabricação caseira que haviam sido subtraídos da residência das vítimas. Os próprios militares já haviam visto outros biscoitos idênticos no local do crime.

Foi localizado ainda na residência abordada a quantia de R$ 1.400,00 (Mil e quatrocentos reais) em moeda corrente, além de documentos dos suspeitos, cadernos de anotações, e objetos de procedência duvidosa.

O abordado foi preso em flagrante, todo o material localizado foi apreendido e entregue a Delegacia de Polícia Civil de Ponte Nova. Policiais ainda continuam em rastreamento no sentido de localizar o segundo envolvido identificado.

Resultados da ocorrência:

📌01 pessoa presa.

Materiais apreendidos:

📌R$ 1.400,00 (Mil e quatrocentos reais) em moeda corrente;

📌01 (um) aparelho celular;

📌01 Makita de origem duvidosa;

📌01 Caderno de anotações;

📌 Várias vestimentas utilizadas pelos autores durante a prática delituosa

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL DA 21 CIA PM IND