ACIP/CDL apresenta plano para reabertura imediata do comércio em Ponte Nova

0
1473

Foto: Wagner e Cochise

O presidente da ACIP/CDL, Cochise Saltarelli Martins, entregou pessoalmente ao prefeito Wagner Mol, nesta sexta-feira (24/04), um novo Plano Estratégico de Abertura Gradativa e Responsável do Comércio de Ponte Nova. O novo pedido é que o Executivo Municipal autorize a abertura imediata do comércio em Ponte Nova, levando em consideração diversos fatores, entre eles o plano “Minas Cosciente”, divulgado nesta semana pelo governador Romeu Zema.


O Plano Estratégico cita detalhadamente estudos econômicos/sociais, estimativas de impacto e sugere como seria o funcionamento das empresas, divididas nos mais variados segmentos.

Entre as defesas do ofício apresentado junto ao plano, está também a confirmação de que os preparos de estrutura e suporte na área de saúde se mostram bastante superiores em relação ao dia 13/04/2020, quando o Ministério Público (MP) enviou recomendação à Prefeitura sobre a manutenção do fechamento do comércio. Foram criados mais 16 leitos de UTI para tratamento EXCLUSIVO de pacientes com Covid-19 nos dois hospitais de Ponte Nova. Sendo assim, a ACIP/CDL entende que todos os quesitos de estrutura e legais apontados pelo MP foram superados.

Além disso, foi firmado acordo para a construção de um hospital de campanha, em parceria com a CIS-AMAPI e com a própria Prefeitura, com a construção de pelo menos 60 leitos, para tratamento EXCLUSIVO de pacientes com Covid-19. Vale ressaltar, também, que até a presente data não nenhum caso confirmado em Ponte Nova e cidades vizinhas.
O documento apresentado pela ACIP/CDL destaca ainda que o Comitê Extraordinário Covid-19 nunca teve como objetivo o fechamento do comércio; assim como é tendência mundial a flexibilização do funcionamento das atividades, de forma responsável, sempre levando em consideração as características de cada município e região. Outro ponto destacado foi que milhares de empregos já foram perdidos e que grande parte das empresas não possuem mais reservas financeiras para se manter.

A ACIP/CDL ressalta novamente que defende a reabertura do comércio de forma gradativa e responsável, ou seja, desde que sejam seguidas todas as orientações das autoridades, como o uso de máscaras, a lavagem das mãos, a limitação da quantidade de clientes no interior das lojas, o espaçamento nas filas, entre outros.

A entidade aguarda agora um retorno da Prefeitura de Ponte Nova.