Ayrton Pyrtz: enxugando gelo

0
390

-Sim, agora o imediato é enxugar o gelo. Tá, mas como muitas cidades anos e anos são castigadas pelas aguas em vertigem, cabe buscar sem adiamento políticas que priorizem obras engenhosas e de vulto capazes de e se não conter pelo menos minimizar o impacto desse tipo de evento.

Tão trágico quanto ao que sempre vivenciamos é a mesma política populista e antiquada que busca os aplausos e votos fáceis pelo adorno e brilhareco de obras que se igualam a bijouterias. Baratas e bonitinhas elas mostram o miolo mole do populismo rastaquera e tentam esconder a falta de investimento pesado em estruturas sólidas de saneamento e defesa da Cidadela.


Assim, as Cidades vão registrando em seus Portfólios de desastres, fatos cada vez mais assustadores.

Da hora já passou, da nossas gentes modelarem consciência que ou mudamos este modelo anacrônico de gestão publica que gasta mal e se desgasta ou estamos condenados a vivermos como um cachorro mordendo o rabo, que roda, roda e não sai do lugar.