Priscilla Porto: Viagens Literárias, Faltou aí, Deus!

0
388

Priscilla Porto: Viagens Literárias, Faltou aí, Deus!

Adicione: Instagram da Priscilla


Foram sete dias… apenas sete dias…

… pouco para tanta complexidade, não?

“Cumiquié, minha filha?!” Deus é Deus, ora! Operário padrão do Universo. Eleito e reeleito várias vezes o funcionário do mês da Galáxia.

Mas, ainda assim, tenho a impressão de que ficou faltando alguma coisa, a qual está ligada ao defeito de fabricação de uma espécie. E nem precisa dizer qual, não é?

Pois, devido a tal defeito, há tantas brigas, falsidade, injustiças e sofrimento, tanto aqui, como ao lado: na cidade vizinha, estado, país e continentes vizinhos, e também – ó! – entre vizinhos. Até dentro da família…

E onde quer que se vá, as pessoas, fisicamente, até se convergem de certa maneira pelo quase mesmo modo de ser instintivo da espécie. No entanto, com relação aos sentimentos e ao caráter, tá difícil, viu!

Gostaria de, por isso, mandar uma mensagem para a “caixinha de sugestões” da Galáxia, na esperança de que seja lida por Ele, reivindicando três coisas:

A primeira: a criação de um mundo paralelo, para que quando a gente se deparasse com uma das humanas desumanidades citadas acima, pudéssemos abrir uma porta mágica e pular lá pra dentro.

A segunda: o recall dos seres humanos com defeitos de fabricação. Mas, vixe! Ia ter que subir (ou descer) tanta gente!

E, a terceira, e talvez a mais viável: que as pessoas fossem bem mais sensatas e – um pouquinho que fosse – mais sensíveis. Ah, e principalmente: que não ansiassem, tão friamente, em fazerem tanta questão de machucar os outros.

___________________________________

Priscilla Porto

Jornalista e autora dos livros “As verdades que as mulheres não contam” e “Para alguém que amo – mensagens para um pessoal especial.