Equipe de Ponte Nova está disputando o Supercampeonato Brasileiro de Taekwondo no RJ

0
205

Com apoio da Prefeitura de Ponte Nova através da Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Juventude, SEMEJ, 04 (quatro) atletas de Taekwondo ponte-novenses, 3 rapazes e 1 moça, integrantes da Academia Martial Team Campeões, disputam até o dia 18 de agosto, no Parque Olímpico do Rio de Janeiro, na Arena Carioca, o Supercampeonato Brasileiro de Taekwondo. A competição reunirá os melhores atletas do País, incluindo os medalhistas dos Jogos Pan-Americanos e do Campeonato Mundial, nas categorias infantil, cadete, juvenil, sub-21, adulto e master.

A competição terá início na quinta-feira, dia 15/8, com os combates das categorias infantil e cadete. Na sexta-feira será a vez dos atletas juvenis. No sábado será a vez da categoria adulto e no domingo, encerrando o evento, serão disputadas as lutas no Sub-21 e Master.


Ponte Nova está representada com Walace Santos Clis categoria Sub-21, lutando acima de 87 kg; Tatiely Cristina Irias Fernandes, categoria Cadete até 59 kg; Wesley Santos Clis, Juvenil até 78 kg e Willian Santos Clis Sub-21 até 80 kg. A preparação desses atletas começou em junho junto a seleção Mineira de Taekwondo, só sendo possível esta realização com o decisivo apoio da Prefeitura Municipal de Ponte Nova representada pela Secretaria Municipal de Esportes.

Falando a nossa reportagem no momento da chegada da delegação ao Parque Olímpico, Edevaldo Irias, treinador e responsável pela Academia Martial Team Campeões, disse que o grupo de atletas de Ponte Nova terá chances de conviver com os melhores do Brasil. “Eles receberam uma preparação muito forte e estão capacitados para a disputa. Não prometemos medalhas, mas muito empenho e honra. No momento da disputa, além da preparação física e técnica, tem que se levar em consideração o aspecto psicológico e o momento de cada pessoa. Agradecemos também os apoios da Infornet Telecom, FUPAC UNIPAC, Gaiolas Eldorado A7 Corretagem, Loja Lídia Maria, Sorveteria Xukas, Espaço Animal Veterinária, além da ajuda de familiares dos atletas que ainda confeccionaram doces caseiros que foram vendidos no sentido de custear diárias, passagens alimentação, inscrições e treinamentos” ressaltou Edevaldo Irias.

Edevaldo Irias ainda disse que “os atletas podem repetir o feito de outros  ponte-novenses que ficaram marcados na história do Ttaekwondo de Ponte Nova como campeões nacionais, nas décadas de 1990 e 2000: Luan Carneiro, Jhonny Stewart Guimarães, Rafael Locatelli e Juliana Camila Lessa. Coincidência ou não três homens e uma mulher, mesmo número e ordens de atletas, na disputa deste ano”