Vereador quer saber se algum comércio foi autuado por venda da linha chilena em PN

0
327

Os vereadores aprovaram na reunião da última segunda-feira (5) a Indicação Protocolada apresentada pelo vereador Montanha (MDB). O documento solicita, no prazo regimental de 15 dias, informações sobre o cumprimento do Código de Posturas quanto à proibição da venda da “linha chilena” em Ponte Nova. A indicação também pede que seja informado se algum comércio já foi autuado pela venda irregular do produto.

Durante a discussão e votação da indicação, o vereador Montanha destacou que a ocorrência de acidentes com esse tipo de linha tem ganhado repercussão nas redes sociais e televisão.


“A indicação é para alarmar a sociedade do mal que essa linha chilena faz. Certo dia, nós tomamos conhecimento pelas redes sociais e televisão do menino Gabriel que perdeu aperna lá na cidade de Betim (MG), por irresponsabilidade de alguém. Então, meu intuito aqui, é solicitar a fiscalização, a conscientização”, disse.

De forma geral, os outros vereadores também defenderam a indicação, chamaram a atenção para as graves consequências que o uso da linha chilena pode trazer, inclusive em relação a vida das pessoas e a rede elétrica, além de destacarem que agosto é um mês propício a prática de soltar pipas.