Ponte Nova agora tem fábrica de vassoura ecológica

0
711

O município de Ponte Nova possui agora nova proposta de proteção ambiental e sustentabilidade, com a instalação de uma fábrica de vassouras ecológicas, feitas com garrafas pets. Para explicar o processo, o mobilizador social da Cooperativa dos Recicladores de Ponte Nova (COORPNOVA), Sérgio Damásio Cotta participou da Tribuna Livre da reunião de 14 de março.

Sérgio frisou a melhoria das rendas dos cooperados e destacou que, com um processo de fabricação simples, as vassouras ecológicas, além de serem opções para o reaproveitamento das embalagens, estão ganhando o mercado pela resistência e durabilidade. No momento, a previsão de fabricação é de 106 unidades/dia de vassouras e vassourões. A expectativa é que, até o final do ano, aumente para 200 unidades/dia. Uma das dificuldades, porém, é a matéria-prima já que, apesar de campanhas de conscientização, ainda hoje, várias garrafas são descartadas de forma irregular.


Neste ponto, Sérgio deixou claro que, mesmo com as dificuldades, as garrafas pet serão compradas apenas dos catadores. “Não vamos transformar isso num comércio aberto. Não vamos dar oportunidade a um restaurante que, hoje, joga as garrafas pets fora, para que o catador recolha, comece a juntá-las para nos vender”, disse Sérgio, salientando também que será feito um cadastro dos catadores informais pela Cooperativa.

Sérgio agradeceu o empenho dos vereadores de Ponte Nova, do IFMG/ Campus Avançado Ponte Nova, em nome do seu diretor geral Leonardo Barbosa; ao Fórum Criminal de Ponte Nova que, por meio de edital, possibilitou à COORPNOVA a aquisição de recursos necessários para os equipamentos da fábrica de vassouras ecológicas, ao vereador Chico Fanica (REDE) pela doação de algumas máquinas e à vereadora Fiota (PATRIOTA) por ter sido a primeira edil a adquirir o produto.

O diretor geral do IFMG, Leonardo Barbosa, comentou sobre o apoio da instituição às novas ideias e a importância de trabalhar a sustentabilidade nas salas de aula, independentemente, de posição política.

Os vereadores tiraram dúvidas sobre o processo e ressaltaram o trabalho da COORPNOVA no município e apoio da Câmara para a realização de campanhas sobre a coleta seletiva de recicláveis e de educação ambiental. A vassoura, modelo residencial, custa R$15 e o modelo vassourão, R$19. As vassouras são vendidas pelo facebook COORPNOVA Ponte Nova. As entregas são em domicílio.

Sérgio Cotta