Diretor executivo da AMAPI chama fundação Renova da Vale de “laranja” e Fundação Enrola

0
485

José Adalberto de Rezende – Engenheiro Agrônomo/Secretário Executivo da AMAPI/CIMVALPI postou na página no Facebook da entidade, críticas a Fundação Renova, criada pela Empresa Vale, para atender e resolver os problemas provocados pelo rompimento da barragem de Fundação, em Mariana/MG.

Para José Adalberto, a Fundação é “laranja”, para atender os interesses da empresa. Ele chama a Fundação Renova de Fundação Enrola, já vem deixando a desejar as suas ações nos municípios atingidos.


Leia a crítica na íntegra:

“Tristeza com o desfecho de mais um “acidente” ambiental, se é que podemos chamar de acidente mais esta tragédia anunciada. Há pouco mais de três anos vivenciamos aqui em nossa bacia do Doxe esta tragédia e muito pouco foi feito. A Vale, com sua habilidade jurídica e influência governamental, criou uma Fundação Laranja denominada de RENOVA, que me desculpem pessoas de bem que lá trabalham pelo trocadilho, com poucas alterações poderia se chamar fundação ENROLA, tudo isto tutelado pelos entes Estadual e Federal. Em qualquer outro país aonde de fato a justiça funciona, toda a diretoria da Samarco estaria presa, e faria com que todo o sistema de barramento de rejeitos fossem revistos. Técnicos assinando Laudos de Segurança a desdém estariam revendo seus conceitos! Mas não, o jeitinho brasileiro mais uma vez imperou, a ganância continua imperando e a busca incessante do lucro pelo lucro, sobrepondo a questão ambiental e a segurança das pessoas….
Só nos resta aguardar qual será a próxima barragem a romper! Fica aqui este desabafo, em nome do povo do Bento Rodrigues, que poe mais de trinta anos, pleiteou a instalação de um Sistema de Alarme, e que a Samrco, leia-se Vale e BHP Billinton, com sua prepotência, nunca acatou! Instalar sistema de alarme é admitir a existência de riscos de rompimento, e eles, transvestidos na figura de “Deus”, jamais admitiriam esta hipótese! Pobre Brasil!!!#

José Adalberto de Rezende – Engenheiro Agrônomo/Secretário Executivo da AMAPI/CIMVALPI”

O termo laranja: “LARANJA (aquele que assume a culpa no lugar do outro): (…) pessoa ingênua, simples ou sem importância. (…) pessoa que
substitui outra em muitas situações.