​ Mineroduto que rompeu transporta 26 milhões de toneladas por ano de minério

0
647

Em 12/03/2018, por volta de 10:40h, equipe da Polícia Militar de Meio ambiente de Ponte Nova-MG, foi acionada paras atender ocorrência de rompimento de um tubo do mineroduto da empresa Anglo American Minério de Ferro Brasil S/A, e que o vazamento havia atingido o Córrego Santo Antônio, afluente do Rio Casca que por sua vez é efluente do Rio Doce (Bacia Hidrográfica do Rio Doce).

No local (Estação de bombas 2), a equipe foi informada que por volta de 07:42h houve o rompimento do mineroduto que possui 529 km, saindo de Conceição do Mato Dentro-MG até o Porto de Açu em São João da Barra-RJ, com capacidade para transportar 26,5 milhões de toneladas por ano de minério de ferro.


Segundo informações de representantes da empresa, houve vazamento de volume estimado em 450m³ de minério tipo Pellet Feed (poupa de minério com granulometria média de 0,15 mm) que atingiram o córrego Santo Antônio, durante aproximadamente 45min, quando foi paralisado o sistema de condução de minério antes de chegar na EB2, sendo feita injeção de água existente na barragem de emergência da EB2, para com a pressão da água manter o minério dentro do tubo.

O vazamento resultou em assoreamento do Córrego Santo Antônio em um trecho de aproximadamente 9,0km, tendo o minério sedimentado no leito do córrego.

A captação de água da COPASA em Santo Antônio do Grama para fornecimento a população foi interrompida.

Por volta das 23:59h (12/03/2018) o fluxo de água da tubulação foi estancado por completo, tendo sido iniciado os trabalhos para retirada e troca do tubo danificado.

Foi feito o acompanhamento do andamentos das primeiras medidas adotadas pela empresa nos dias 12 e 13/03/2018, e para obter informações para lavratura do REDS.

A Polícia Militar de Meio Ambiente está fazendo acompanhamento da atividades e obras realizadas para mitigação dos danos ambientais.

Não houve ocorrência de mortandade de peixes.

Quanto aos procedimento administrativos (autuações) ficarão as cargo dos integrantes do IBAMA e NEA.

Estiveram no local equipes dos órgãos ambientais: Policia Militar de Meio Ambiente, NUCRIM – MPMG, NEA, IBAMA e DNPM.

Informações de Luiz Fernando Miguel – 2º Sgt PM Auxiliar do 8º Pel MAT / Ponte Nova