Justiça liberta Roberto da Farmácia, Dr. Luiz Gustavo fala sobre o caso

0
764

Na tarde de hoje, por volta das 18 horas, o advogado Dr. Luiz Gustavo Carvas, conseguiu junto a Justiça de Ponte Nova, a liberdade do ex-prefeito de Oratórios, Carlos Roberto de Lima, que foi preso preventivamente em 01/03, quando saía do MP de Ponte Nova.

À reportagem do UN, Dr. Luiz Gustavo falou sobre o caso, desde o momento da prisão. Acompanhe:


“No dia 01/03/18 o Sr. Carlos Roberto de Lima compareceu no Ministério Público para dar um depoimento perante o Promotor Dr. Thiago.

Após terminar o depoimento por volta das 17h sem qualquer contratempo, o Sr. Roberto saiu juntamente com sua esposa.

Já na porta do prédio do Ministério Público um policial militar o abordou, momento em que chegaram duas viaturas da Polícia Militar.  Neste momento a esposa do Sr. Roberto ligou pra mim (Dr. Luiz Gustavo) e os policiais informaram que o levariam para o Triângulo, próximo ao Pontilhão de Ferro.

Era por volta das 17h30min quando cheguei no batalhão e fui informado que antes eles iriam passar no sítio da Barrinha onde o Sr. Roberto mora.

Juntamente com a esposa dele me desloquei até o sítio onde, já de noite, encontraram um revólver.38 antigo que era do seu falecido sogro.

Em nenhum momento o Sr. Roberto ficou algemado ou mesmo incomunicável. Todos foram tratados muito bem pela Polícia Militar e sem qualquer clima de tensão.

Chegando à delegacia por volta das 20h fomos atendidos pela delegada Dra. Cleide Fiorillo que arbitrou fiança de R$ 1.000,00 pela posse da arma.

Foi autorizado que o Sr. Roberto se alimentasse e tomasse remédio, pois é diabético.

Acabamos os procedimentos na delegacia por volta das 23h.

No dia seguinte me inteirei do processo e descobri que havia sido lançado no sistema um mandado de prisão em dezembro de 2017 pelo fato do Sr. Roberto não ter sido encontrado para receber uma citação.

Fiz um pedido por escrito e expliquei pessoalmente para a juíza Dra. Deyse que houve um desencontro, pois o oficial de justiça o procurou apenas uma vez no local e um vizinho informou que há tempos não o via.

Desde o seu afastamento da prefeitura o Sr. Roberto sai muito pouco de casa e por isso não é visto com frequência.

Colocamos à disposição da justiça um número de telefone para que isso não aconteça mais, pois é interesse do Sr. Roberto esclarecer qualquer fato.

O processo foi enviado para o Promotor de Justiça, mas como o Dr. Henrique (promotor responsável pelo caso) está ausente, conversei pessoalmente com o Dr. Thiago que estava em audiência e se prontificou a se manifestar no processo assim que pudesse.

Por volta das 17h30minh o processo voltou para o Fórum com a manifestação do Ministério Público, ocasião em que fomos informados que foi concedida a liberdade para o Sr. Roberto, mas com a condição dele ser intimado em qualquer processo que porventura estivesse pendente. Tal situação visa impedir que isso voltasse a acontecer.

Com o adiantado da hora, a Secretaria Criminal não teve tempo de proceder o levantamento dos processos que tivessem pendentes de intimação, razão pela qual a liberdade só poderá ser concedida na segunda-feira.

E nesta segunda-feira, por volta das 18 horas foi confirmada a soltura do ex-prefeito de Oratórios, Roberto da Farmácia, que aguardará o processo em liberdade.”