PM age rápido e prende autor de homicídio em Ponte Nova

0
9946

Foto: Fabio Junior e Nayara

Em 01/12, por volta das 20hs e 30 min., a sala de operações da unidade repassou informação que havia dado entrada no hospital Arnaldo Gavazza, Nayara de Oliveira Gomes, 22 anos vitima de disparos de arma de fogo e que o fato teria ocorrido na rua Rio Negro. No hospital e em contato com a irmã de Nayara, esta relatou que estava em casa, na rua Rio Negro e ouviu vários disparos de arma de fogo, ao sair na janela para verificar, constatou que a vitima era sua irmã. Contudo não soube dizer quem seria o autor.


De acordo com informações colidas no local dos fatos, o autor dos disparos chegou ao local a pé e portando uma arma em uma das mãos e chamou por Nayara, que estava jogando baralho em um bar e após ela sair do estabelecimento comercial, ele efetuou seis disparos de arma de fogo contra ela e logo após evadiu sentido a rua Jarí.

o autor estava trajando camisa clara, calça preta e capacete e mochila nas costas. Durante as diligencias no hospital a PM tomou conhecimento que Nayara, não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

Nayara foi alvejada por seis disparos de arma de fogo, conforme prontuário médico.

No local dos fatos, durante diligencias a PM recebeu informações anônimas que o autor do homicídio seria um indivíduo de nome Fabio Junior.

A guarnição do CB PM Sabino que permaneceu no hospital coletando mais alguns dados também recebeu a informação de familiares de Nayara, que o autor seria Fabio Junior, pois os dois estariam a vários dias brigando pela internet, através do facebook, inclusive segundo eles com ameaças de morte por parte do autor.

A equipe do Tático Móvel, comandada pelo Sgt Pereira ao tomar conhecimento das informações deslocou ate o endereço do Fabio Junior na rua São Lourenço e fez contato com a genitora dele, que relatou não saber onde seu filho estaria morando, e a ultima noticia que tinha conhecimento, era que ele teria ido para o estado do rio de janeiro.

A PM recebeu ainda mas confirmação que o autor seria mesmo Fabio Junior e que ele iria embarcar novamente para o estado do rio de janeiro na data do crime 01/12.

As equipes deslocaram ate o terminal rodoviário e em contato no guichê da empresa de transportes rodoviário Unida, confirmamos que constava na lista de passageiros o nome de Fabio Junior Alves da Silva, com embarque programado para as 22h30min da data dos fatos.

Durante o aguardo do embarque dos passageiros, o Cb Davidson visualizou o autor Fabio Junior que ao deparar com os militares saiu correndo a pé pela rua Ernesto Trivellato e foi perseguido pelos militares, sendo que ele após descer uma escadaria de acesso a avenida Antonio Brant Ribeiro, foi atropelado por um veiculo e mesmo assim, levantou-se e pulou nas águas do rio Piranga, o veiculo que atropelou o autor não aguardou e seguiu sentido ao bairro Vila Alvarenga não sendo possível identificá-lo.

Durante a tentativa de fuga Fabio Junior dispensou a mochila que portava, logo após nadou novamente para as margens do rio, foi abordado e preso. Possivelmente a arma do crime estava na mochila que o autor dispensou. A PM procurou ao longo das margens do rio Piranga, contudo não foi possível localizar a mochila, devido já ter anoitecido e a cheia do rio por causa das chuvas.

Diante dos fatos foi dado voz de prisão ao autor e levado ate o hospital Gavazza, onde foi atendido pelo médico de plantão, tendo Fábio Junior lesionado o pé direito, possivelmente devido ao atropelamento pelo veiculo, em seguida foi conduzido ate o ponto de REDS da Policia Militar no bairro triangulo, onde permaneceu tempo estritamente necessário a confecção do boletim de ocorrência e posteriormente apresentado a autoridade de policia judiciária.