Comissão pró-revitalização do Ribeirão Vau Açu se reúne para traçar estratégias

0
305

Em 13 de novembro, a Comissão pró-revitalização do Ribeirão Vau Açu reuniu-se na Câmara de Ponte Nova com o objetivo de traçar estratégias para a campanha de mobilização a favor do Ribeirão que, devido à estiagem, o lixo, o entulho e o esgoto lançado diretamente no seu curso d’água, tem sido motivo constante de reclamações e debates na Câmara.

O geógrafo Jaime Santos fez uma explanação da Bacia Hidrográfica do Ribeirão Vau Açu que é a maior genuinamente de Ponte Nova e apontou fatores, além do lixo e do entulho até mesmo da Fábrica de Papel, que contribuem para a degradação do mesmo como a suinocultura, cafeicultura, plantio de eucalipto e de cana-de-açúcar.


Chegou-se à conclusão de que a campanha receberá o nome “Ribeirão Vivo” e que uma cartilha deverá ser elaborada com o intuito de informar e conscientizar os moradores da Bacia Hidrográfica do Ribeirão Vau Açu. Outras reuniões serão agendadas para a continuação dos debates e busca de soluções.

Participaram da reunião, as moradoras do entorno do ribeirão, Lada Baião e Nair Pires Maciel, os vereadores Leo Moreira (PSB), Montanha (PMDB), Antônio Carlos Pracatá (PSD), Sérgio Ferrugem (PRB), Aninha de Fizica (PSB), André Pessata (PSC), Chico Fanica (REDE), Jose Osório (PT do B), Machadinho (PT do B) e Fiota (PEN), o presidente do Instituto Tempo é Vida (ITEV), Rafael Esteban, o assessor de comunicação da Câmara de Ponte Nova, Ronaldo Fernandes e a publicitária Jaqueline Machado.

Em contato com a Superintendente da Indústria de Papéis e Embalagens Ponte Nova, Maria Angélica, ela garantiu que a fábrica funciona de acordo com todos os parâmetros estabelecidos pelas leis ambientais, e que todos os resíduos sólidos são devidamente tratados. “Temos a licenças de operação com condicionantes, e as condicionantes pedem análise mensais do rio onde fazemos a captação, no caso o ribeirão Vau Açu, a montante e a jusante, ou seja, antes do lançamento e após o lançamento, e todos os parâmetros estão sendo cumpridos”, disse Maria Angélica,