Prefeito Wagner Mol responde declaração do vereador Léo Moreira

0
2624

Conforme solicitado, o Prefeito Wagner Mol, respondeu o pronunciamento do Vereador Léo Moreira, na matéria veiculada neste UN em 09/11, sob o título, “Se não estão dando conta que se mexa no time”, diz Léo Moreira ao executivo de PN.

Veja a resposta do executivo:


“Em seu pronunciamento na Palavra Livre de 6 de novembro, o presidente da Mesa Diretora, Leo Moreira (PSB), abordou sobre as festividades do aniversário de Ponte Nova e salientou que o Executivo tem pecado em alguns pontos relacionados à divulgação de suas ações. “A Secretaria de Cultura funcionou praticamente, nos últimos dois anos, da administração de Guto Malta (PT) com duas pessoas. Mas não deixou de ter agenda, de ter pauta e envolvimento”, disse Leo. O vereador ressaltou que é preciso mais envolvimento do secretário de Cultura e esclarecimentos se o Conselho está se reunindo, sobre o novo edital do Financiamento à Cultura, assim como de outras informações relevantes para o setor cultural do município.

R: A Prefeitura Informa que houve sim um atraso na indicação dos membros da sociedade civil para a composição do Conselho de Política Cultural, os demais conselhos têm tido suas reuniões periodicamente. Sobre o financiamento à cultura, o edital será publicado dentro dos próximos dias para projetos a serem executados no ano de 2018. A agenda cultural continua, agora com inclusão do Festival Canta Ponte Nova no calendário. O resgate do Festival foi um sucesso, houve participação de instituições de ensino e sociedade civil, com vários inscritos e premiações para todos os participantes.

Faixa de pedestres

Outro questionamento de Leo foi referente à pintura de faixa de pedestres, assunto este amplamente discutido em plenário por todos os vereadores. Leo citou que, apesar das cobranças, as respostas são sempre de que a tinta será licitada, de que vai comprar material, mas não há efetivação das ações. “Se não está dando conta o Demutran ou o setor de Licitações, que se mexa no time. A Reforma Administrativa aconteceu em agosto. Já tem três meses, então as respostas e as melhorias têm que acontecer”, salientou Leo, dizendo que para pintar faixa de pedestres, o município não depende de recurso externo.

R: A prefeitura, por meio desta, afirma e reitera, mais uma vez, que fará as pinturas das faixas, a instalação dos quebra-molas e a sinalização viária somente após a conclusão de estudo técnico realizado pelo engenheiro de Mobilidade Urbana e pelo Demutran. Não obstante às tantas solicitações e demandas, a administração entende o

anseio dos solicitantes, mas preza a responsabilidade de realizar um trabalho tecnicamente correto e duradouro, como premissa de sua responsabilidade.

Motos

O vereador também cobrou da Prefeitura a aquisição de duas motos para a Polícia Militar (PM) com os recursos devolvidos pela Câmara de Ponte Nova no mês de abril. “A Prefeitura está de parabéns, entregou duas retroescavadeiras, mas a população está sofrendo com a falta de segurança”, disse Leo apontando as inúmeras indicações referentes ao policiamento e segurança na Praça de Palmeiras. “Fazemos a gestão da Câmara, economizamos recursos para devolver à Prefeitura. A população está sofrendo com a falta de segurança, mas até hoje, não fizeram o processo licitatório para comprar as duas motos. O que está acontecendo?”, indagou o vereador, ressaltando que a população e os vereadores não podem ficar sem respostas aos seus questionamentos.

R: A prefeitura Municipal esclarece que segurança pública não se mede pela quantidade de patrulhas ou veículos que a Polícia Militar tem. Segurança pública se conquista com políticas públicas, condições de trabalho e geração de oportunidades para a população, de acordo com o que a administração tem feito. Desde o inicio da gestão, foi implantada a frente de trabalho, dando oportunidades junto às frentes de trabalho trocando gêneros alimentícios ou frente de trabalho remunerado. Ponte Nova tem o índice de homicídios muito menor comparado a outros municípios do mesmo porte da região. A Prefeitura adquiriu duas retroescavadeiras sim, mas ao mesmo tempo tem mais 30 veículos adquiridos, entre eles, caminhões de lixo, ônibus escolar, vans para a Secretaria de Saúde, para o serviço de assistência social e uma série de outros veículos para melhorar a qualidade do serviço prestado à população. Todos esses aspectos interferem na questão de segurança e aperfeiçoam a prestação do serviço público que a prefeitura faz à população.

Novo Horizonte

Leo Moreira ainda destacou que, juntamente com o vereador Hermano (PT) cobrou do secretário municipal de Obras, Wilson Dias, a solução para o problema da rua Edson

Nogueira Gomes com rua José Godoi, no bairro Novo Horizonte. Com a chuva no domingo, desceu barro de novo pelas vias.

Segundo o secretário Wilson, a intervenção no local seria pontual. Leo, porém, reforça que a população quer uma solução definitiva para a situação. “Se não tem condições de fazer, tem que falar que não tem jeito. Prometer para as pessoas que vai resolver o que não tem solução, é errado”, enfatizou Leo.

R: A Prefeitura Municipal tem muita satisfação em informar que realizou a intervenção na estrada que dá acesso a Antena no bairro Novo Horizonte. No local, existiu por muitos anos, uma erosão muito grande, com metros de profundidade, que por muitos anos não teve nenhum tipo de intervenção. Há cerca de dois meses essas erosões sofreram intervenção do município, elas foram sanadas e durante os serviços, houve muita movimentação de terra para resolver a situação. Já era esperado, devido a grande movimentação de terra no local, que teria ali, um pequeno deslizamento e acumulo de barro na via. A secretaria de obras executará agora a segunda etapa do serviço, confecção de barraginhas, que vão conter o restante de resíduo que por ventura desça na estrada. Independente do pedido de qualquer vereador, isso já estava na proposta de governo desde quando o bairro foi visitado.

A Prefeitura reitera que está lidando com problemas crônicos de anos e que não tem condições de resolver tudo de uma hora para outra, mas o que está fazendo, é de forma definitiva. A prefeitura repete ainda que tem condições e está realizando o serviço que a população de Ponte Nova precisa e, contradiz a fala do vereador, que está equivocada e sem razoabilidade em suas considerações.”