206 campos de futebol a área das queimadas em Ponte Nova

0
675

Em nota a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMAM) informou o registro diversos incêndios nas imediações de Ponte Nova. Uma área de aproximadamente 223 hectares, correspondente a 206 campos de futebol, sofreu de queimadas no período de estiagem deste ano. Essa situação é alarmante, uma vez que, a alta incidência de queimas é um risco para a conservação da vegetação nativa da região por empobrecer o solo e impossibilitar novos plantios.

Atividades humanas, como atirar pontas de cigarro na beira das estradas, fogueiras mal apagas, incêndios provocados intencionalmente para queimar lixos, lançamento de foguetes e linhas elétricas com mau funcionamento, aliadas à falta de chuva, são os principais causadores de incêndios na região.


Essas queimadas no município, além de trazer riscos para a saúde humana por conta da emissão de gases altamente tóxicos, causam alterações climáticas, impactos na distribuição da flora e fauna, influenciando a incidência de doenças transmitidas por mosquitos, além de atrapalhar a qualidade da água.

É preciso tomar muito cuidado com essas ações, uma vez que, é importante evitar e combater os incêndios para o bem pessoal e de todos. A conscientização da comunidade sobre a preservação do meio ambiente é o principal fator que fará com que nossa cidade, de hoje em diante, seja um ambiente com a natureza saudável e equilibrada.

Áreas de queimadas

Local/Bairro área aproximada em hectare (ha)

Passa-Cinco 21 ha

Cerâmica 19 ha

Primavera 9 ha

Aeroporto 15 ha

Paraíso 3 ha

Anel Rodoviário (Trevo Rio Casca) 133ha

Novo Horizonte 30 ha

Primeiro de Maio 9 ha

São Geraldo 5 ha

CIA da Polícia Militar 3 ha

Massangano 12 ha

Vau-Açu 15 ha

Total aproximado: 274 Hectare