SEMSA/PN recomenda proteção individual contra os pernilongos

0
492

Em nota Informativa, a Secretaria Municipal de Saúde de Ponte nova, através da Vigilância Sanitária de Ponte Nova faz algumas recomendações para a proteção contra o Pernilongo.

Veja a nota:


“NOTA INFORMATIVA

Devido à grande infestação de mosquitos, a Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA), por meio da Vigilância Epidemiológica, explica que o fato se deve principalmente à maior oferta de criadouros. O baixo nível das águas, devido à falta de chuvas e a alta concentração de matéria orgânica no ambiente são ideais para o desenvolvimento das larvas dos pernilongos comuns (Culex quinquefasciatus). Esse é o motivo do número de pernilongo ser maior em áreas próximas ao Rio Piranga.

O “fumacê” não é uma opção viável para melhorar essa situação. Ele pode deixar os mosquitos resistentes aos inseticidas usados na dedetização, sem contar que o inseticida atingiria os mosquitos adultos de Aedes Aegypti, mas não os de Culex, visto que, ele foi desenvolvido para combater os mosquitos Aedes.

Nestas condições, o melhor é a participação popular dentro de casa, utilizar medidas de proteção individual, como mosquiteiros, instalação de telas nas janelas e portas das casas e uso de repelentes de longa duração são alguns exemplos. Os processos evolutivos do pernilongo (Culex) e do Aedes estão associados ao comportamento do ser humano e ao processo de urbanização.

A Prefeitura enviou ainda para a Câmara de Vereadores um projeto de Lei autorizando o município a contratar 15 auxiliares de serviços gerais para a formação da Equipe de Frente de Limpeza no combate à Dengue (Desentulha), para prevenir um surto da doença no município.