AMAPI apoia a criação da Casa da Cidadania de apoio a mulher violentada

0
396

Foto: Drª. Deyse, expondo sobre a criação da Casa da Cidadania

Na tarde desta quinta-feira (21), prefeitos se reuniram na sede da AMAPI para mais uma Assembleia Geral Ordinária. A abertura ficou a cargo do atual presidente da entidade e prefeito de Guaraciaba, Gustavo Castro de Andrade que agradeceu a presença de todos, entre prefeitos, convidados e representantes de prefeituras. Ao lado de Gustavo estava o secretário executivo da AMAPI, José Adalberto de Rezende.


Vários assuntos foram colocados na pauta de discussões desta quinta-feira, entre eles a criação, através do Fórum da Comarca de Ponte Nova, de uma Casa da Cidadania voltada a mulheres vítimas de agressões domésticas. A proposta foi trazida pelos juízes da comarca, José Afonso Neto e Deyse Mara Silveira Baltazar, acompanhados da promotora Cynthia Vilela. “Tivemos mais de 100 audiências, num curto espaço de tempo, todas referentes à mulheres que foram vítimas de violência doméstica. Precisamos fazer alguma coisa por essas mulheres. A ideia da Casa seria para orientação e não abrigamento”, ressaltou o juiz da 2ª Vara Criminal, José Afonso Neto.

A ideia é de que essa Casa seja pensada e executada de forma regional, afim de atender aos municípios do Vale do Piranga. O projeto já conta com o apoio do Rotary Clube.