APAC-MG denuncia morte de animais por envenenamento em Urucânia

0
531

A Associação Protetora dos Animais – APAC/MG recebeu a denúncia de que cerca mais de 20 animais, entre cães e gatos morreram em vários bairros da cidade de Urucânia. Segundo a entidade, os indícios apontam que os animais foram envenenados com chumbinho, substância usada para exterminar ratos. O caso foi denunciado à Polícia Civil.

Moradores da cidade afirmam que o criminoso misturou o veneno a pedaços de carne para matar os cães e gatos. Alguns chegaram a ser recolhidos antes que os animais consumissem, evitando que o número de mortes fosse ainda maior. Segundo eles, os alvos não eram apenas cachorros abandonados, mas também os que tinham dono.


A APAC adverte que o envenenamento de animais é crime previsto no artigo 32 da Lei de Crimes Ambientais (Lei Federal nº 9.605/98). O autor desse tipo de delito poder ser punido com detenção de três meses a um ano e multa. A pena é aumentada de um sexto a um terço se ocorre a morte do animal.

A APAC/MG já entrou em contato com a comissão extraordinária da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, que é presidida pelo Deputado Noraldino e o mesmo prometeu medidas enérgicas e contundentes para coibir essa prática.

Vale lembrar, diz nota da APAC, que  “além da lei federal mencionada acima temos as leis estaduais 21970/16 e 22231/16 que dispõem sobre a proteção animal , que impõe ao autor de maus tratos pena pecuniária de até R$ 3.000,00 ( três mil reais )”.

A entidade alerta que o envenenamento é uma conduta criminosa, que deve ser denunciada à polícia para que seja identificada a autoria do crime.

“A denúncia é a única forma de descobrir o autor desse crime terrível, a APAC/MG fará o que estiver a seu alcance e não medirá esforços para descobrir o autor de ato tão vil e criminoso.

Os animais têm direitos e lutaremos por eles até o fim. Os animais não tem voz, mas falamos por eles” . A nota da APAC-MG é assinada pelas diretoras Maria do Carmo e Val Consolação.

A APAC-MG, sediada em Contagem,  se dedica ao trabalho no resgate, amparo e doação de animais abandonados.

A APAC estará em Urucânia em outubro, para dar uma palestra sobre o assunto.