Garota estudante de veterinária da UFV é morta em Muriaé, três menores são presos

0
6542

A veterinária e estudante de doutorado da Universidade Federal de Viçosa (UFV), Manuela Pereira da Matta, 33 anos, foi morta na tarde desta quarta-feira, 30, após reagir a um assalto em Muriaé. A veterinária foi morta a tiros enquanto esperava o seu irmão na porta de uma clínica. Manuela não entregou seu celular para dois menores de 16 e 17 anos, respectivamente que atiraram contra ela.

De acordo com a Polícia Militar o crime ocorreu por volta das 15h desta quarta-feira, na Rua São Pedro, Centro de Muriaé. Manuela da Matta aguarda seu irmão que foi a uma clínica veterinária para entregar um presente. Segundo a PM a jovem foi surpreendida por dois jovens armados, que chegaram em uma moto e anunciaram o assalto, eles queriam o aparelho celular da vítima. Ela se negou a entregar o celular e os menores atiraram contra ela.


Manuela foi atingida por dois tiros na região do tórax e faleceu antes da chegada do Corpo de Bombeiros.

Um policial que passava pelo local e percebeu a ação dos criminosos. Ele seguiu os dois até o terminal rodoviário da cidade, mas os menores conseguiram fugir.

Manuela é natural da Muriaé.

Menores Apreendidos

Uma grande operação de cassada aos menores foi montada e na noite desta quarta-feira, 30, eles foram apreendidos e levados para a Delegacia de Polícia. Eles confessaram que mataram a jovem . Um terceiro menor foi apreendido com a arma usada no crime.

A UFV se manifestou através de nota divulgada em seu site oficial. Na nota a UFV afirma que recebeu com pesar a morte da estudante. O Grupo de Estudos do Setor de Equideocultura / UFV, onde a estudante fazia doutorado também se manifestou através das redes sociais, onde afirma estar de luto. Após Manuela da Matta ser “… vítima da violência em que se encontra nosso país.”. O texto terminou agradecendo a jovem por tudo oque ela fez durante sua passagem pelo grupo. “…Obrigada por toda a contribuição que você trouxe ao nosso setor, seus ensinamentos jamais serão esquecidos. Vá em paz, Manu, dar lições de bondade, força e humanidade pra quem está lá em cima!”. Os três menores presos