Secretarias não serão extintas, mas continuarão com secretários interinos mesmo após a reforma, disse Wagner Mol

0
340

Diante das manifestações contrárias a extinção, e interinidade da Secretaria de Cultura, e outras, a reportagem do UN, procurou o Prefeito Wagner Mol, para que falasse sobre a situação.

Esta situação levou à Tribuna Livre da Câmara de Ponte Nova na noite de 06/04, o atual Presidente da ALEPON, Ademar Figueiredo, que cobrou a manutenção, principalmente da Secretaria de Cultura, a qual a entidade é ligada diretamente.


Sobre a extinção ou a continuação da interinidade da Secretaria de Cultura, Ademar disse o seguinte: “Os danos que esta atitude pode causar a todos nós, vai muito além da economia de R$891.914.000,00. Rubrica esta destinada à Secretaria de Cultura em 2017 num orçamento total de R$ 166.167. 426,00”. Ele destacou ainda, que a Secretaria de Cultura e Turismo foi implantada há 12 anos e que, atualmente, está anexada à pasta de Educação juntamente com a de Esporte, Lazer e Juventude.

Entre os assuntos pautados por Ademar, destaca-se o atraso na obra de construção do Centro Unificado das Artes (CEU das Artes), prevista para ser entregue até o final deste mês; a falta de informações do Plano Municipal de Cultura; da reforma da Casa da Cultura; da realização ou não do Festival de Inverno; das próximas etapas de restauração do Hotel Glória pela Codemig e das ações previstas para 2017. (texto da ASCOM da Câmara)

Veja a nota enviada a redação do UN pelo Prefeito Wagner Mol:

“NOTA

A Prefeitura Municipal de Ponte Nova informa que a Secretaria Municipal de Cultura (Semct) não será extinta e continuará funcionando com um secretário municipal interino e um gerente, a ser nomeado após aprovação da Reforma Administrativa (esta já apresentada ao Ministério Público e encaminhada à Câmara Municipal). O mesmo acontece com as Secretarias de Gestão e Recursos Humanos (Segerh) e Esportes, Lazer e Juventude (Semej), que contam com secretários interinos e passarão a contar, ainda, com o auxílio de gerentes.

Em relação ao CEU das Artes, completo equipamento cultural que abrigará sala de oficina, biblioteca e cineteatro, cumpre ressaltar que a obra está em fase de construção na Praça José Emiliano Dias, na Central. Os recursos são advindos do Ministério da Cultura, com contrapartida municipal.”