Papa Francisco nomeia Padre de Mariana como Bispo Auxiliar

0
497

Muita fé, alegria e entrega a Deus marcaram a ordenação episcopal de monsenhor Geovane Luís da Silva, nomeado pelo Papa Francisco bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte, no sábado (25). Centenas fiéis, padres e bispos estiveram reunidos na basílica de São José, em Barbacena.

A cerimônia foi presidida pelo arcebispo de Mariana, dom Geraldo Lyrio, e co-celebrada pelo arcebispo de Belo Horizonte, dom Walmor Oliveira e o bispo de Leopoldina, Dom José Eudes.


Presbítero da Arquidiocese de Mariana, padre Geovane tem 45 anos é pároco da paróquia Nossa Senhora da Piedade, em Barbacena, além de professor no Seminário São José, membro do Colégio dos Consultores e promotor de justiça no processo de beatificação do Servo de Deus Dom Luciano.

“A ordenação de dom Geovane é um dos pontos mais luminosos do Ano da Vocação Sacerdotal vivido pela Igreja particular de Mariana”, disse dom Geraldo. Ao final da celebração, dom Geovane agradeceu todos que o acompanham em sua caminhada, especialmente seus pais, familiares e amigos.

“Fui apanhado de surpresa. Respondi sim confiando na misericórdia e na bondade de Deus”, disse dom Geovane, que pediu as orações de todos para que seja fiel ao novo ministério que a Igreja lhe confia.

Para seu irmão, José Roberto, essa data jamais será esquecida. “Eu e meus familiares jamais iremos esquecer este dia. Certamente a alegria de ver nosso irmão sendo ordenado bispo ficará para sempre em nossos corações”, afirma.

Dom Geovane escolheu como lema para o seu episcopado “Sit amoris officium” (Seja serviço de amor). A frase é tirada do comentário de Santo Agostinho ao capítulo 21 do Evangelho de São João e citada por São João Paulo II na Exortação Apostólica pós Sinodal “Pastores dabo vobis”.

Sua primeira missa como bispo será neste domingo (26), às 19h, em Carandaí.