Em Viçosa prefeitura interdita o Espaço Multishow por barulho e vandalismo

0
713

Os estudantes que, neste início de semestre, estavam animados com as tradicionais festas de calourada, foram surpreendidos na última semana com a interdição, pela Prefeitura, do Espaço Multishow, em Silvestre, local onde há anos acontecem as festas de integração e outras promovidas pelos estudantes universitários de Viçosa. Com a interdição do Multishow, as festas agendadas para esse trimestre no local foram transferidas para o espaço Fama.
A empresa responsável pelo Espaço Multishow recebeu, na segunda-feira, 6, um ofício da Prefeitura Municipal. Nele é comunicada a cassação de todo e qualquer documento licenciador de funcionamento da empresa, bem como a realização de eventos, nas dependências do Multishow. Mediante esse documento, os responsáveis determinaram a imediata suspensão de suas atividades no local.
Segundo o Auto de Embargos de Atividade e Cassação de Alvará, expedido pelo Departamento de Fiscalização e Cadastro Econômico da Prefeitura, o Espaço Multishow está proibido por tempo indeterminado de realizar qualquer tipo de evento, por descumprir as disposições da Lei Municipal 2.457/2015.

Associação comemora
Vale lembrar que há muito a Associação de Moradores de Silvestre vem protestando contra o uso do Espaço Multishow, localizado na zona residencial do distrito, para festas e shows noturnos com grande público.
Por meio de redes sociais, a Diretoria da Associação comemorou a decisão de interditar o local tomada pela Prefeitura, e comentou: “os esforços no sentido de tornar nosso bairro livre das consequências indesejáveis das festas começam a ser recompensados”. Finalizando, a Associação diz que está aguardando uma decisão do Ministério Público quanto ao espaço de festas Fazendinha, que fica ao lado do Multishow e é outro espaço costumeiramente utilizado para shows e festas que reúnem milhares de jovens.


Tumulto e vandalismo
Além do barulho advindo do alto volume da música que embala as festas, que varam madrugada, a venda de bebida alcoólica liberada a todo o público costuma resultar em brigas e tumultos generalizados no local e nos arredores do espaço, principalmente após o encerramento dos eventos, quando grupos de jovens embriagados promovem algazarras e atos de vandalismos contra o patrimônio público e particulares.
Tudo isso, além de prejudicar o sossego da população distrital, ainda afeta a segurança como todo na cidade, já que grande parte do efetivo policial, por ocasião das grandes festas ali promovidas, é deslocada para a fiscalização do trânsito no acesso cidade-distrito e para o policiamento ostensivo visando a manutenção da ordem pública nas imediações do evento.

Informações da Folha da Mata, Viçosa