AMAPI é sede de reunião entre Corpo de Bombeiros e Municípios

0
148

Na tarde desta terça-feira (10), o Sub Tenente Brito do Corpo de Bombeiros de Ponte Nova, acompanhado do Soldado Rafael Ferreira, esteve na sede da AMAPI onde se reuniram com prefeitos, secretários e representantes municipais. Na pauta, temas como carnaval, resgate de animais e convênios municipais.

Segundo relatos do Sub Tenente, eles têm enfrentado algumas dificuldades no resgate de animais. Como o município não conta com um local adequado, para receber animais doentes ou até mesmo perdidos e sadios, eles são devolvidos ao habitat natural, o que em princípio funciona, mas que com o tempo pode causar desequilíbrio ecológico ou a superpopulação de certos animais em áreas específicas. Uma demanda e dificuldades, segundo o Sub Tenente, igualmente comuns para outros órgãos como Polícia Militar do Meio Ambiente e o DER.


Na questão do carnaval e comemorações, o Sub Tenente esclareceu que, neste ano, houve mudanças relacionadas a blocos caricatos e de rua, no que se refere à autorização do Corpo de Bombeiros, conforme Instrução Técnica Nº 39/2016 que estabelece, entre outras considerações básicas de segurança, não permitir delimitações por barreiras que impeçam o livre trânsito de pessoas; que não haja público, sob tendas, com área total superior a 150 metros quadrados; que não haja previsão de público sobre estruturas provisórias como arquibancadas, camarotes e similares. A IT 39 está disponível para consulta no site do Corpo de Bombeiros (http://www.bombeiros.mg.gov.br/images/stories/dat/it/it39_blocos_de_carnaval.pdf).

Por fim, Sub Tenente Brito reforçou a importância de se manter convênios com as prefeituras, o que contribuiu para uma melhor prestação de serviços e manutenção de viaturas. A sede da corporação fica em Ponte Nova, e os militares atendem a 15 cidades da região. Mas após 31 de dezembro de 2016, apenas 2 das quinzes prefeituras, continuaram com o convênio, sendo Ponte Nova e Urucânia. “É possível atender bem e com qualidade, todos os municípios, sem pesar para ninguém”, reforça Brito, a exemplo do que vem acontecendo com Ponte Nova e Urucânia. Prefeitos, secretários e representantes sinalizaram de forma positiva para a retomada dos convênios, uma vez que o serviço prestado pela corporação, salva vidas e presta socorro a quem precisa, em situações graves ou de sinistros.

Clarissa Guimarães, Assessora de Comunicação da AMAPI