Hospital Arnaldo Gavazza é a favor da UPA

0
1048

Foi divulgado por meios de comunicação de Ponte Nova e em Redes Sociais, que o Hospital Arnaldo Gavazza é contra a abertura da Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24 horas). Trata-se de uma inverdade e sensacionalismo. Hoje, nosso maior desejo é ver a UPA em pleno funcionamento. O que reduziria drasticamente nosso déficit financeiro.

O serviço de Urgência e Emergência do Hospital Arnaldo Gavazza atende cerca de 6.000 usuários SUS mensalmente, provenientes da microrregião de Ponte Nova, que compreende 220.000 habitantes. Os valores recebidos pelos serviços prestados não cobrem os custos, acumulando um déficit médio de R$ 120.000,00 (cento e vinte mil reais) por mês.


O Hospital Arnaldo Gavazza só mantém o serviço de Urgência e Emergência, devido a nossa responsabilidade social, pois sabemos que a população não tem para onde ir, quando necessita de atendimento médico de urgência.

Caso haja recursos que viabilizem a abertura da UPA, entregaremos o serviço no dia seguinte e nos colocaremos à disposição dos gestores regionais, para auxiliar no que for necessário.

Os prefeitos da região que avaliarão a viabilidade de implantação da UPA, eles serão responsáveis pela gestão e financiamento, não o Hospital Arnaldo Gavazza.

Convidamos qualquer cidadão de Ponte Nova e região, que nos visite, para conhecer a realidade do nosso Pronto Atendimento.

Nos colocamos à disposição das autoridades competentes, para contribuir no que for necessário, para o desenvolvimento da Saúde regional.

Com saúde não se brinca, saúde é coisa séria, não se mistura com vaidade política.

Lucimar Regina de Oliveira Fonseca, Superintendente Executiva Hospital Arnaldo Gavazza Filho