Farmacêutica é morta a facadas dentro de sua casa

0
4214

A Polícia Militar ainda busca informações sobre o suspeito do assassinato da farmacêutica Joana Soares Benfica, 27 anos. O corpo foi encontrado na manhã desta terça-feira, 03/01, na casa dela, próximo ao Estádio Juscelino Kubistchek, em Manhuaçu.

Joana trabalhava na farmácia Permebem (na subida do bairro Petrina). Na manhã desta terça, os colegas de trabalho notaram que ela não chegou para o serviço e nem atendia o telefone.


Eles resolveram ir até a casa e notaram que o cadeado estava aberto. Como a jovem não atendeu os chamados, acionaram a Polícia Militar.

Joana foi encontrada caída no quarto com vários ferimentos a faca na região do estômago e escoriações no braço esquerdo. Além disso, havia manchas de sangue na cozinha da residência.

A perícia esteve no local e fez o levantamento das informações sobre o crime.

CHORO

De acordo com a Polícia Militar, vizinhos contaram que, na noite de segunda-feira, entre 23 e 23h20min, ouviram a Joana chorar e dizer a alguém para que saísse da sua residência.

Em seguida, notaram barulho de motocicleta, provavelmente saindo das proximidades da casa da vítima.

Outra pessoa afirmou a parentes de Joana que, durante a chuva da noite desta segunda, alguém transitava na rua, de um sentido para o outro e de modo inquietante, conduzindo uma motocicleta vermelha com placa do município de Durandé.

Militares foram acionados para tentar localizar o suspeito.