Prefeito de Ponte Nova Wagner Mol divulga lista dos secretários e corta 5 secretarias

0
3914

O Prefeito de Ponte Nova, Wagner Mol divulgou a lista dos secretários que farão parte do seu governo.

A grande novidade é a o corte de 5 secretarias, que passarão a serem geridos por gerentes, não foi explicado se serão assessores de carreira (concursado) ou serão nomeados.

Não foi divulgado se haverá assessor de comunicação.

Conforme anunciamos em notícia anterior, Luiz Raimundo de Oliveira, não assumirá a Secretária de Cultura, houve um engano em nossa informação.

Veja a lista:

1- Anderson Roberto Nacif Sodré – Departamento Municipal de Água Esgoto Saneamento;

2 – André Luiz Nunes Santos – Secretaria Municipal de Fazenda

3 – Ariadne Salomão Lanna Magalhães – Secretaria Municipal de Saúde

4 – Bruno de Oliveira do Carmo – Secretaria Municipal de Meio Ambiente

5 – Daniel Pereira Delvaux – Secretaria Municipal de Educação, Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, Secretaria Municipal de Esportes e Juventude,

6 – Fernando Antônio de Andrade – Secretaria Municipal de Governo, Secretaria Municipal de Recursos Humanos, Secretaria Municipal de Planejamento e Desenvolvimento Econômico

7 – Heitor Pinto Raimundi – Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural

8 – Marconi Jorge Rodrigues da Cunha – Assessoria Jurídica

9 – Valéria Cristina Alvarenga dos Santos – Vice Prefeita – Secretaria Municipal de Assistência Social

10 – Wilson Dias da Fonseca Junior – Secretaria Municipal de Obras

 

OBSERVAÇÕES:

Haverá redução da estrutura em todas as secretarias.

O Secretário de Educação responderá também pelas secretarias de Esportes e Cultura.

O secretário de Governo responderá também pelas secretarias de Recursos Humanos e Planejamento e Desenvolvimento Econômico.

As secretarias associadas passarão a contar com ”gerentes”.

Esta decisão reflete a responsabilidade administrativa de utilizar adequadamente os recursos públicos.

Não haverá prejuízos em qualquer ordem às secretarias que estão sendo fundidas, pelo contrário, as economias dos recursos serão em prol do desenvolvimento de todas elas.

Além disto, reduziremos o número dos cargos de confiança.

As pessoas foram escolhidas a partir de critérios técnicos e claros que vão desde a confiança até a competência técnica / operacional e administrativa.